Renda Cidadã, CPMF e afins: a gambiarra bolsonarista


Por enquanto o povo desempregado não se revoltou devido o auxílio emergencial, são 11 milhões, além dos tantos que já haviam, se Paulo Guedes pudesse já tinha suspendido o pagamento dos servidores público por tempo indeterminado para cobrir o renda Brasil do Presidente. Ele sabe que se não tiver de onde tirar o dinheiro para continuar mantendo o programa assistencialista com o pagamento de 300 reais, a coisa vai ficar preta para o governo. 
Com a inflação alta e a desvalorização do real e investidores saindo do país, as conseqüências para 2021 serão inimagináveis.

Comentários